Páginas

domingo, 10 de janeiro de 2016

Francisco de Holanda e o retrato em Portugal





Resumo: Este artigo tem como ponto de partida os textos de Francisco de Holanda, artista português ativo entre o segundo quarto e o final do século XVI. Esta análise tem como objeto os seus escritos no que diz respeito ao elogio de artistas portugueses no campo do retrato, como Nuno Gonçalves e seu pai, Antônio de Holanda, lidos nos seus textos “Da pintura antiga” (1548) e “Do tirar pelo natural” (1549). Junto a essas afirmações, se fez necessário um cotejamento em conjunto com a produção de retratos em Portugal durante o Renascimento, além das obras da própria autoria de Francisco de Holanda. Pretende-se refletir sobre a relação imagem e texto dentro do campo da retratística nesse contexto histórico-cultural.

Palavras-chave: Holanda, Francisco de (1517-1584), teoria do retrato, retratística, arte em Portugal, retrato em Portugal.

Consulta à publicação - Revista de História da Arte e da Arqueologia da UNICAMP:
http://www.unicamp.br/chaa/rhaa/downloads/Revista%2022%20-%20artigo%207.pdf

Nenhum comentário: